sexta-feira, 23 de março de 2018

O ANÚNCIO DA GRAVIDEZ


Resolvemos comprar uma lembrancinha para algumas pessoas para anunciar a gravidez. Era um sapatinho e um cartão.

Comprei para minha mãe e minhas 2 irmãs, aproveitando a oportunidade de que me encontraria com minha irmã mais velha naquele dia.

Essa minha irmã é mãe dos meus sobrinhos, e é avó, mas nunca havia sido tia. Ela sempre disse que era um sonho pra ela.

No meu aniversário de 2017 essa minha irmã me fez prometer que se eu ficasse grávida contaria logo para ela... Eu já estava grávida e não sabia.

Comprei a lembrancinha, escrevi os cartões e cheguei na casa da minha mãe.

No meio da conversa eu disse que tinha comprado um presentinho para elas.

Ficaram animadas, mas nem desconfiaram.

Entreguei para minha mãe e minha irmã mais velha ao mesmo tempo. Estava embrulhado de uma forma que não dava para ver o sapatinho, somente o cartão.

Minha irmã pegou o cartão, leu e ficou uns 5 segundos pensando. Depois olhou para mim e começou a chorar e soluçar.

Fiquei surpresa com a reação dela e quanto mais ela me abraçava, mais chorava. 

Aí minha mãe terminou de ler e veio me abraçar também, depois abraçaram meu marido.

Foi emocionante!

Logo minha outra irmã chegou e entreguei o pacotinho dela: Ela começou a gritar: NÃO ACREDITO! e começou a chorar também.
Mais tarde meu cunhado chegou e ao ver a surpresa, ficou muito empolgado.

Foi um dia muito feliz! Inesquecível.

Poucas pessoas ficaram sabendo que eu estava grávida. Marcamos o anúncio oficial para 18/11/2017, mas antes de colocar na internet, contamos para algumas pessoas importantes que ainda não estavam sabendo e fizemos uma sessão de foto caseira para postar na internet.

Na véspera do anúncio contei para minha sogra, meu sogro, meus cunhados e cunhadas e também para meu filho do coração. Todo mundo ficou feliz.

Minha sogra chorou muito e me surpreendi, porque ela já tem outros 5 netos. Mas ela me disse que cada neto é como se fosse o primeiro. Fiquei muito feliz.

Quando anunciei na rede social, foi um estouro! Muitos parabéns e muita comemoração.

Ah, já ia me esquecendo, antes de anunciar a gravidez, eu fiz o exame de sexagem fetal, para contar a novidade e o sexo do bebê junto...


PARA NÃO ESQUECER:

- Contaram para minha sobrinha-neta (que é muito apegada comigo) que eu estava grávida. Eu a chamo de Querida.
Ela tinha 2 anos e 10 meses na época e é inteligente demais. Me disseram que ela ficou um pouco revoltada, rs.
Passados alguns dias, me encontrei com ela na casa da minha mãe.
A Querida me olhou e já disse:"Querida, eu já falei lá em casa: eu não vou amar o seu bebê!"
Fiquei com tanta dó dela que falei: "Você não precisa amar meu bebê não, Querida... Mas eu vou te amar do mesmo jeito".
Ela ficou sem ação e me abraçou...
Depois de uns minutos ela me disse: "Querida eu vou amar o bebê sim".
E desde então é um grude comigo. Me manda mensagens e quando me vê fica alisando minha barriga, conversando com o bebê e dizendo que vai cuidar e amar... 
Coisa linda de se ver!

Nenhum comentário:

Postar um comentário